Trump coloca o filipino “Duterte, O Castigador” em sua lista de tiranos favoritos

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, é conhecido como O Castigador. Tem dias em que se compara a Hitler, e outros em que se gaba de ter matado criminosos e inclusive de tê-los atirado de um helicóptero. Sanguinário e autoritário, Duterte é desprezado pelas democracias ocidentais, e inclusive os EUA alertaram certa vez sobre seus desmandos. Uma distância higiênica que terminou neste fim de semana, quando o presidente Donald Trump, depois de uma “amistosíssima conversa”, o convidou a Washi...
Leia mais

Passatempo hacker, publicar pornografia gay nas redes sociais do Estado Islâmico

Ele assina seus e-mails como “Wau”, mas atende pelo nome de Wauchula Ghost (o fantasma Wauchula). Como todo hacker que se preza, jamais revela sua real identidade, embora a de Wauchula possa ser detectada geograficamente em uma pequena cidade do Estado norte-americano da Flórida e ele próprio apresente em seu site o número telefônico de um advogado que lhe presta serviços e que traz um prefixo da Califórnia. A partir de um atentado ocorrido justamente na Flórida, na cidade de Orlando, esse hacke...
Leia mais

20 anos sem Paulo Freire: uma memória atual e necessária

Por Sonia Couto Neste dia 2 de maio de 2017, homenageamos Paulo Freire (1921-1997) por ocasião dos 20 anos de seu falecimento. O Instituto Paulo Freire (IPF), que há 26 anos trabalha na continuidade e reinvenção de seu legado, é sempre perguntado sobre o método de Alfabetização de Adultos que leva seu nome. Na verdade, é mais do que um método de ensino. Paulo Freire construiu uma filosofia educacional que pode e tem sido utilizada da educação infantil à pós-graduação, e para além, sendo referênc...
Leia mais

Atos de ‘resistência’ a Donald Trump tomam as ruas da Califórnia no 1º de Maio

Restaurantes e bares fechados. Obras paradas, escritórios sem serviço de limpeza e com cozinhas funcionando a capacidade mínima. A Califórnia, o Estado com mais imigrantes nos Estados Unidos e que se declarou em aberta rebeldia contra as políticas do presidente Donald Trump, viveu uma jornada de 1º de Maio em um ambiente de tensão política com poucos precedentes recentes. As manifestações do Dia dos Trabalhadores foram gigantescas e acabaram se transformando numa maciça homenagem à contribuição ...
Leia mais

Doria vira alvo de atos de centrais sindicais no Dia do Trabalhador em São Paulo

Os atos em comemoração ao Dia do Trabalhador na cidade de São Paulo ficaram marcados não apenas por manifestações e discursos contrários às reformas trabalhista e previdenciária, mas também pelo repúdio ao prefeito da cidade, João Doria Jr. Na Avenida Paulista, de cima do carro de som da Central Única dos Trabalhadores (CUT), diferentes líderes sindicais e políticos chamaram o prefeito de “grande parceiro do Governo Michel Temer”, “braço municipal das reformas”, “inimigo dos trabalhadores” e “au...
Leia mais

Maduro convoca nova Constituinte baseada no poder cidadão

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, tomou a decisão mais radical que podia escolher para enfrentar a crise política que há um mês o mantém sob extrema pressão. Convocou uma Assembleia Nacional Constituinte para redigir uma nova Constituição nos próximos meses.Seguir leyendo.
Leia mais

Conflito por terras no Maranhão termina com denúncia sobre mãos decepadas

O conflito por terras no Maranhão deixou 13 índios feridos neste domingo, como consequência do que o Conselho Indigenista Missionário (Cimi) classificou como um ataque de fazendeiros. Segundo o Cimi, dois dos indígenas terminaram o confronto com as mãos decepadas — o governo local confirmou apenas uma vítima com as mãos decepadas, mas, horas depois, corrigiu a informação para "fratura exposta". O enfrentamento entre seguranças de duas fazendas contra os índios Gamela ocorreu no povoado das Bahia...
Leia mais

Centro e esquerda rompem pela primeira vez em três décadas no Chile

As placas tectônicas do governismo chileno sofreram um movimento estrutural. A Democracia Cristã (DC) decidiu apresentar sua própria candidata na eleição presidencial de novembro, fazendo com que o centro e a esquerda concorram separadamente nas eleições presidenciais pela primeira vez em 30 anos. O bloco Nova Maioria, que agrupa de democratas-cristãos a comunistas, entra assim em sua fase terminal.Seguir leyendo.
Leia mais